Categorias
papo de prazer

como escolher meu lub?

Escolher cuidar de si é também reservar um tempinho para avaliar sua vida sexual. Se tocar, se mimar com novos produtinhos e escolher bem o que vai entrar em contato com seu corpo são partes importantes de cuidar da sua saúde. Por isso, viemos esclarecer tudo sobre nossos queridos lubrificantes: de que são feitos, quando usar e o que fazer quando ele acabar.

Quando devo usar?

Pessoas com vulva tem esse mecanismo maravilhoso de lubrificação natural, que, como qualquer outro mecanismo do nosso corpinho, não é perfeito. Uma baixa na libido pode ocasionar diminuição de lubrificação, e muitos fatores podem contribuir para que isso aconteça:

  • Uso recorrente de alguns tipos de medicamentos, como antidepressivos, anti-hipertensivos (para doença renal e insuficiência cardíaca)
  • Pílulas anticoncepcionais
  • Anti-alérgicos e opióides (como a morfina). 
  • Hipotireoidismo (tireóide é a glândula que produz hormônios importantes, e essa condição altera seu funcionamento normal), 
  • Menopausa (que é acompanhada da redução de hormônios no sangue)
  • Depressão
  • Estresse
  • Baixa auto-estima
  • Ciclo menstrual

As causas são várias e é importante se conhecer para identificar as mudanças do seu corpo e como lidar com elas, mas o lubrificante sempre será seu melhor amigo quando você for se tocar ou na hora H com outras companhias.

Independente da potência da sua lubrificação natural, usar lubrificante durante o sexo ou a masturbação traz conforto e segurança (quanto mais molhadinho e deslizante mais gostoso né?). Afinal, ele só aumenta as chances de atingir o orgasmo e não diminui nem um pouquinho a sua excitação natural. E não precisa nem dizer que sexo anal é só com lubrificante, já que o ânus não tem lubrificação natural, você pode se machucar e aumentar suas chances de contrair uma IST se não tiver um lub nas mãos.

Ah! E não se esqueça de que o seu corpo todinho pode (e deve) ser explorado, e um gelzinho pode deixar tudo mais gostoso. Use e abuse do seu produto e das suas habilidades de massagem.

Onde comprar?

Nossos produtos estão disponíveis em quase todas as farmácias do Brasil e, claro, também online, basta clicar aqui 😉

De que são feitos?

Dizemos que nossos lubs são praticamente água (ou silicone) e glicerina, mas podemos ser ainda mais transparentes quanto a isso. Se você pegar a embalagem do seu produto, vai ver que tem uma série de outros ingredientes com nomes estranhos. Calma, nada ali é tóxico ou faz mal para a sua saúde íntima! Todos os nossos produtos são aprovados pela Anvisa para uso interno no canal vaginal e anal, e nossa fórmula tem mais de 100 anos no mercado! Sem precisar de vocabulário técnico de química, você vai entender tudinho sobre a composição dos nossos lubs.

K-Y® linha original

Ingredientes

  • Água: a substância mais versátil que conhecemos é 92% da composição do nosso lub, esse ingrediente maravilhoso que ajuda a manter nossa vulva hidratada (não esqueça de beber água também em? os efeitos na sua lubrificação são diretos!).
  • Glicerina: entra naturalmente nos componentes de óleos e gorduras de origem vegetal. Absorve a umidade do ar, hidratando a pele e protegendo do ressecamento.
  • Propilenoglicol: assim como a glicerina, é uma substância que hidrata. Dissolve e dispersa extratos vegetais, proteínas, vitaminas e otras cositas más que estão presentes no seu lubrificante.
  • Hidroxietilcelulose: o nome é longo, mas é esse composto que deixa a textura do seu KY mais espessa, como um gel suave (bem parecido com a nossa lubrificação natural). É derivado da celulose.
  • Fosfato Monobásico/ Dibásico de Sódio: esse é um composto que tem origem do sal (do mar mesmo!) e serve como estabilizante de ph.
  • Metilparabeno e Propilparabeno: são agentes antimicrobianos e servem para conservar o seu produto.

Quando usar

Para momentos em que você quer o bom e velho “café com leite”: uma lubrificação mais próxima à natural, com a sensação de uma textura mais leve e fluida. 

K-Y® linha hot

Ingredientes

  • Propilenoglicol: à base de glicóis, esquenta suavemente em contato com a pele e é o que oferece a sensação de “Hot” do lubrificante.
  • Polietilenoglicol: assim como a glicerina e o propilenoglicol, é uma substância que hidrata e oferece lubrificação.
  • Hidroxipropilcelulose: costuma ser utilizado como lubrificante óptico (ou seja, é perfeito para mucosas sensíveis, como as dos olhos e também das regiões íntimas).
  • Ácido Láctico: ajuda a equilibrar o pH, e pode até ser encontrado em alguns contraceptivos.

Quando usar

Quando você quer sair um pouco da rotina, dar uma esquentadinha nas coisas e, claro, se divertir com o calor momentâneo proporcionado pelo gel. Nosso lub esquenta na medida certa e dura apenas alguns segundos, então pode ficar tranquila que sua ppk não vai sair por aí cuspindo fogo!

K-Y® linha ultra (silicone)

Como os outros, mas ao invés de ser à base de água, é 100% à base de silicone. Com essa composição específica, é ideal para uso dentro da água (no chuveiro, na banheira, no mar). Mas é claro que esse lub oferece lubrificação fora da água também. 

Quando usar 

Naqueles momentos em que você quer soltar a imaginação dentro da água, mas também fora dela. Ele proporciona uma lubrificação mais íntima, duradoura e um contato “pele com pele” (ou melhor, camisinha com pele, né?). 

Outros tipos

Além desses à base de silicone, água e a versão hot, existem outros tipos de lubrificantes. Você vai encontrar por aí produtos com sabor (para sexo oral), com fragâncias ou que prometem outras sensações (como leve dormência ou até frescor). Fique atente ao selo de teste dermatológico e à aprovação da Anvisa para ter certeza de que o produto é seguro. Além disso, lubrificantes à base de óleos minerais (como a vaselina) derretem o material dos preservativos e não são aliados quando o assunto for camisinha.

Posso substituir?

Cuidado com as promessas de lubrificantes caseiros! São geralmente produtos que parecem inofensivos, mas podem ser muito danosos para a sua saúde íntima (principalmente da parte interna do seu corpo: seu canal vaginal ou anal). Nunca use óleo de bebê, óleo vegetal, saliva (que pode ter efeito contrário e acabar ressecando ao invés de lubrificar), óleo de coco (que pode romper a camisinha), vaselina ou qualquer outra loção cosmética. 

Se tiver acabado seu lub, não tome medidas precipitadas e invista em um tempinho a mais para aumentar sua excitação. Se tiver sozinhe, pode ser gostoso criar um ambiente à meia luz, acender uma vela aromática, colocar uma lingerie e explorar outras partes do seu corpo antes de ir direto ao ponto (afinal, sexo se faz com o corpo todo). Se estiver com outra(s) pessoa(s): sem pressa! Invista nos beijos, carinhos, massagens e outras trocas gostosas de contato sexual.

Atenção: Os lubrificantes da K-Y fazem parte do seleto grupo de produtos aprovados pela Anvisa que são seguros para serem usados na região interna vaginal ou anal. Os lubs que não são vendidos em farmácia em sua maioria são aprovados para uso externo apenas, como cosméticos/hidratantes.

Se você curtiu os nossos lubs, clica aqui para comprar 😉

Deixe uma resposta